youtube instagram facebook tiktok
Piauí, 22 de abril de 2024
Circulando

Luciano Nunes, do PSDB, desiste de pré-candidatura e declara apoio a Fábio Novo do PT

Os deputados Marden Menezes (PP) e Bárbara do Firmino (PP), dissidências da oposição, também marcaram presença.


O ex-deputado Luciano Nunes (PSDB), presidente estadual da sigla no Piauí, desistiu da pré-candidatura própria e declarou apoio ao pré-candidato Fábio Novo (PT) na manhã desta segunda-feira (19). Um grupo de mais de 25 tucanos, incluindo ex-secretários da gestão do ex-prefeito Firmino Filho seguiram o deputado no palanque no Partido dos Trabalhadores e marcaram presença no ato. 

Luciano Nunes chegou ao local por volta das 10h30, sendo recepcionado por aplausos de alguns dos nomes presentes. 

Na fala em que fez, Luciano Nunes reforçou o conceito de frente ampla ao fazer o anúncio da adesão e pontuou sobre a necessidade de “superar diferenças” de pensamentos entre grupos que já foram adversários no Piauí. 

“Uma frente ampla, uma união suprapartidária, deixando diferenças ideológicas de lado, e elas existem sim, e a nossa história está aí para mostrar que elas existem. Pensamos todos de forma diferente, temos opiniões diferentes, mas há, sim, um grande ponto de convergência, que é reconstruir a cidade de Teresina. E o que nos une são os propósitos. Como eu disse, o compromisso maior é com a cidade de Teresina, e PSDB tem uma história e vai honrar sua história nessa caminhada, contribuindo, colaborando com a discussão, com a campanha, com o plano de governo”, declarou.

O ato de adesão contou com a presença do próprio Fábio Novo e Paulo Márcio (MDB), como também do atual e do futuro presidente da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), Franzé Silva (PT) e Severo Eulálio (MDB), entre outros deputados da base.

Os deputados Marden Menezes (PP) e Bárbara do Firmino (PP), dissidências da oposição, também marcaram presença. 

Fábio Novo cita Lula-Alckmin 

Durante o ato, Fábio Novo disse que se repete em Teresina o que foi feito pelo PT a nível nacional com a aliança entre o presidente Lula (PT) e seu vice, o ex-governador Geraldo Alckmin. Ele também citou a atuação de Washington Bonfim e Monique Menezes e disse que é preciso “aproveitar os bons”. 

“O que estamos mostrando aqui para o Piauí é espírito público e civilidade, e é esse espírito público e essa civilidade que tem que nos desnudar de todos os preconceitos, de todas as ideologias e pensar que nós temos uma cidade a ser reconstruída, e nesse movimento cabe todos e todas que quiserem contribuir. Nós estamos vivendo isso, Luciano, em nível nacional. O presidente Lula foi buscar em Geraldo Alckmin, que foi do PSDB, o seu companheiro, a sua segunda pilastra para ajudar na reconstrução do país. Eu vi aqui o deputado João de Deus me relembrar que todas as vezes que o PT e o PSDB estiveram juntos, por Teresina, frutificou. Vamos lembrar aqui. E na conclusão do HUT e da ponte Estaiada”, disse.

Tucanado 

Entre os ex-secretários de Firmino Filho que também declararam apoio a Fábio Novo estavam o Francisco Canidé e Fernando Said. 

O ex-secretário de Finanças Francisco Canidé (PSDB) pontuou que Fábio Novo valorizou o peso que tem a sigla PSDB na capital Piauiense. Gestões tucanas estiveram à frente da Prefeitura de Teresina por pelo menos três décadas. 

“Fábio Novo foi o candidato que nos procurou, que valorizou o PSDB, que valorizou a nossa história e o nosso legado com Teresina. Então, não tinha dúvida, a gente está se desprovendo de possíveis pensamentos diferentes, a democracia não prevê isso, é em nome de Teresina para que volte a ter a gestão respeitada”, pontuou. 

PSDB fica com Fábio Novo, diz Bonfim 

O secretário estadual de Planejamento Washington Bonfim (PSB) disse há uma conversa avançada com o diretório nacional para que além dos filiados, a sigla PSDB, também desembarque na pré-campanha de Fábio Novo. Caso o partido fique na oposição, o PSB deve ser o destino partidário do grupo. 

“O nosso pré-candidato [Fábio Novo] fez todo o esforço, conversa, diálogo e trabalhou no sentido de trazê-los, considerando isso, a experiência que o grupo tem. Existe a possibilidade [da filiação no PSB], mas a conversa com a Direção Nacional do PSDB foi feita e foi uma conversa muito boa, inclusive orientando a permanência do partido na aliança e sob a direção do nosso presidente estadual Luciano Nunes”, declarou.

Fonte: Cidade verde

Dê sua opinião: