youtube instagram facebook tiktok
Piauí, 26 de maio de 2024
Piauí

No Piauí, parlamentares trans do Brasil pedem igualdade de direitos e combate à violência

O encontro é para fortalecer a luta, por resistência e por direitos e ocupar e provocar transformações na política.


Foto - Cidade Verde

Deputadas, vereadoras trans negras reunidas em Teresina denunciam preconceito, violência e pedem legislação por igualdade de direitos. O encontro nacional acontece no Real Palace Hotel até domingo e será apresentado dados sobre a violência e será publicada uma carta de Teresina voltada para os eleitores e pré-candidatos nas eleições deste ano.

Participam do Encontro Nacional de Parlamentares Trans Negras e Negros, a deputada estadual Linda Brasil do PSOL de Sergipe, disse que a presença de parlamentares trans nas Câmaras municipais e casas legislativas estaduais é simbólico e mostra que a população do Nordeste está reivindicando diversidade no parlamento.

“O encontro é para fortalecer nossa luta, dizer que nós resistimos e precisamos de direitos e vamos ocupar e provocar transformações na política. O Brasil é o país que mais mata pessoas trans no mundo, isso é falta de consciência e conhecimento de liberdade, as liberdades individuais, essa ocupação é necessária para desmascarar os estigmas e estereótipos que geram preconceito e violência para a população LGBTQI+, trans” afirma Linda Brasil.

A vereadora da cidade Rio Grande, no Rio Grande do Sul, Regininha do PT, disse que é preciso combater a violência e que o preconceito acontece também entre os partidos e as casas legislativas.

“A violência se combate com políticas públicas. A gente combate preconceito desde o momento em que se compreende como identidade trans e transexuais. A violência começa dentro de casa e a rua é um espaço pedagógico” comente Regininha.

Fonte: Cidade Verde

Dê sua opinião: